Harry Houdini: a biografia de um super-herói

Imagem: Goodreads

Após ler a biografia de Harry Houdini (24/03/1874 – 31/10/1926), a vida de qualquer outra personalidade histórica biografada vai parecer meio simplória. Ao menos esta é a impressão que tive de The Secret Life of Houdini: The Making of America’s First Superhero, de William Kalush e Larry Sloman. É um livro extenso, com 592 páginas, com detalhes muito ricos e que foi baseado numa pesquisa minuciosa dos autores. O livro não foi publicado em português, mas está em negociações para ser transformado em filme, com Johnny Depp no papel de Houdini.

William Kalush é um especialista em mágica e uniu-se ao escritor Larry Sloman em uma pesquisa grandiosa para a produção da biografia. Eles vasculharam a vida de Houdini com uma abrangência nunca antes conseguida por nenhum de seus biógrafos, que foram muitos. Kalush e Sloman, em seu trabalho de investigação e resgate de informações, tiveram acesso a milhares de páginas de documentos e correspondências e algo próximo a 200 milhões de páginas digitalizadas de jornais da época. Segundo os autores, esta é a primeira biografia de Houdini da nova era digital.

O resultado disso é um livro completo e muito informativo, mas um pouco extenso e talvez tedioso para alguns. Um leitor que não tenha um interesse grande na vida de Houdini ou nos temas aos quais ele se dedicou ao longo de sua vida prolífica, pode cansar-se facilmente no decorrer da obra. O texto é bem escrito e fluido, mas vai e volta no tempo durante a narrativa e é, por muitas vezes, detalhado demais. Eu mesma, apesar de muito interessada, confesso que me cansei em alguns momentos e demorei bastante para concluir a leitura.

Apesar de já ter ouvido falar várias vezes em Harry Houdini, minha curiosidade por ele veio de verdade após acompanhar a carreira dos mágicos e ilusionistas Penn & Teller. A dupla foi muito influenciada por Houdini, que transformou o mundo da mágica em espetáculo para as massas em uma época em que o showbiz mal havia começado a existir.

O livro abrange desde a migração dos pais de Harry Houdini, nascido Erik Weisz, da Hungria para Estados Unidos, até a transformação dele em um mito. Um menino de vida simples, que transformou-se em um jovem sonhador, mas determinado, que trilhou um caminho de descobertas e conseguiu fama mundial nunca antes alcançada por um artista popular. Houdini viveu rodeado por personalidades como H.P. Lovecraft, Sarah Bernhardt, Nicolas II – o último czar russo e, claro, seu amigo-inimigo de longa data Arthur Conan Doyle.

“To be an escape artist, you need to condition yourself to reject all fear. Our imagination magnifies, if not causes, our pain. If you condition yourself to reject the fear and the pain, you could achieve what seemed to be miraculous feats.”

Harry Houdini, em sua última palestra

Na biografia o leitor acompanha detalhes antes desconhecidos da relação de Houdini com o serviço secreto internacional, sua experiência inovadora como aviador e também seu envolvimento para auxiliar os Aliados na primeira Guerra Mundial. Além disso, os biógrafos expõem o resultado da investigação aprofundada que fizeram sobre o trabalho árduo e incansável de Houdini para desmascarar os médiuns e espiritualistas criminosos do início do século XX. Trabalho esse que, segundo os autores, pode ter ocasionado uma conspiração para sua morte, aos 52 anos.

O trabalho dos biógrafos é admirável, meticuloso e faz jus à vida e ao trabalho de Houdini, que era conhecido por não poupar esforços quando se dedicava a qualquer atividade ou tema. O mestre mágico merecia uma biografia que, além de ser tão completa, ao menos levantou questões sobre sua morte suspeita e prematura. Houdini foi uma pessoa incrível, talvez uma das mais incríveis que já existiram.

 

Anúncios

Sobre balbiemadeleine

Inventora e aprimoradora de nomes de cidades imaginárias do interior do Brasil. Se você quer criar uma cidade e não faz ideia de como ela deve se chamar, chegou ao lugar certo. Oferecemos desconto para pacotes acima de 5 cidades, desde que com menos de 10.000 habitantes.
Esse post foi publicado em literatura, palavrinhas e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Harry Houdini: a biografia de um super-herói

  1. Pingback: #DLdoTigre – Encerramento Janeiro 2015 | Elvis Costello Gritou Meu Nome

Por acaso, COMENTE

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s